Páginas

Sustentabilidade

Querido(a) leitor(a), quando você ouvir falar em "sustentabilidade", saiba que não é apenas um novo modismo: é necessidade, é sobrevivência! O planeta é finito e assim suas reservas naturais. Se você quiser jogar algo fora, pense duas vezes antes de decidir: muito do que é lixo pode ser transformado ou ainda pode ser reaproveitado. Reflita, imagine possibilidades, crie! Tentaremos publicar ideias legais garimpadas na web, em passeios pelas cidades do mundo e projetos nossos, inspirados na sustentabilidade e na economia. Tudo para evitar o descarte de itens que ainda podem ser úteis e, de quebra, o consumo desnecessário. Se você tiver alguma ideia interessante, envie que publico e lhe dou os créditos!!

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Mesa de plástico (polipropileno) renovada.

Oi pessoas! Aqui está um lindo e ensolarado dia de inverno! Na verdade, um inverno com frio irregular, tendo dias gelados entremeados por outros ensolarados e quentes. Assim, a estação mais fria do ano não se foi ainda, mas a primavera já está na porta, irrompendo em flores e cores exuberantes. E cor (tinta) é comigo mesmo... hehehe. 

Voltando ao tema do post: tínhamos o problema, que era a falta de uma mesa no apartamento do interior. Conforme minhas idas ao interior foram ficando mais intensas, fomos sentindo falta desse conforto pras refeições, para receber amigos com um jantarzinho simples e uma rodada de risadas à mesa. Essa mesa de plástico (polipropileno) estava quase sem uso na casinha. Entretanto estava com o tampo um tantinho judiado, vejam aqui...

Nestas ranhuras a sujeira entranha e não existe água sanitária, escovinha, sabão que consiga limpar perfeitamente.


Resolvi, então, pintar apenas o tampo, uma vez que as pernas dela só precisam de uma boa limpeza. A tinta utilizada foi o esmalte à base d'água da coral, sobras (essa tinta não acaba, felizmente) de outras artes. Antes, preparei a base lixando bem o tampo com uma lixa fina, o que também removeu as ranhuras superficiais. Uma vez que o plástico fornece pouca aderência aos materiais, é necessário torná-lo áspero, removendo o brilho, para que a tinta adira melhor. A tinta usada não é recomendada para plástico. No mercado já existe uma (vi em spray na Leroy) que é específica para materiais plásticos, caso você queria uma pintura mais resistente (a resistência desta ainda vou testar).


Cobri as pernas com jornal porque não queria pintá-las.


Usei rolinho, que dá uma cobertura uniforme de tinta sobre os objetos.

Uma demão. Aguardei secar e continuei só no dia seguinte. Se for em dia úmido, demora um bocadinho pra secar. E o inverno aqui no sul está especialmente úmido.



Aqui, dois dias depois, finalizada com a segunda demão. E a banquetinha que estava encardida também levou tinta.


E olha a mesa, que gracinha ela ficou... veio pra sala de jantar! ;)




Fiz uma graça com garrafinha de cerveja: transformei ela em vasinho. Minha "comadre" Karine Izaton (linda "gringa", como são chamados os italianos aqui no sul) veio nos visitar e trouxe uma florzinha, que coloquei na garrafinha e enfeitou nossa mesa!



Pronto! Agora já posso te convidar pra um chá, um almocinho, uma jantinha na nossa mais recente "aquisição". A toalha de mesa é interessante: contém um produto anti-formiga, de forma que ela pode ser usada em áreas externas sem risco das formiguinhas transformarem a sua refeição na refeição delas. :D

Gostou? Inspire-se, crie, reaproveite! Beijos...

ps.: esqueci de passar lista de material usado! Aqui vai:

  • tinta esmalte base d'água;
  • rolo de espuma;
  • bandeja de pintura;
  • lixa fina;
  • jornal para isolar áreas que não devem ser pintadas;
  • fita crepe pra prender o jornal.

14 comentários:

  1. oi Luiza

    Que show de mesa que ficou, grande ideia!
    e agora eu me apaixonei por ela com esta toalha flora que é uma doçura!!!

    bjo bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O modelo é da Karsten. Dá uma procurada por aí, quem sabe vc ache!

      Abs

      Excluir
  2. Adorei a mesa mas gostaria mais de saber sobre a toalha anti formiga onde encontro eu moro em Porto Alegre beijos Eliane Lima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliane, no Zaffari e no Bourbon tem. É da Karsten.

      Abs

      Excluir
  3. Um trabalho simples ,mas com um resultado surpreendente . Parabéns, você é ótima .

    ResponderExcluir
  4. Luiza. Taí mais um grande exemplo como ações simples e criativas fazem toda diferença e nos ajudam a manter em dia nossa filosofia dos 5 Rs. Parabéns, querida.

    ResponderExcluir
  5. Um luxo de mesa, Luiza! Renovar é sempre tudo de bom, adorei...
    Beijinhos, Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveitando o q temos pra não gastar mais.. :D!

      Beijão e obrigada pelo carinho!

      Excluir
  6. olha essa blog, lá fala de um produto que se chama batida de pedra e ele pula a etapa da lixa http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=6&cad=rja&uact=8&ved=0CCsQFjAF&url=http%3A%2F%2Fwww.meucachixo.com.br%2F2013%2F07%2Fduvidas-sobre-o-batida-de-pedra-vou.html&ei=Fq77U4_yCsrR7AanzYEQ&usg=AFQjCNE9YQsvem_twra83wvm24SUJncN1w&sig2=usX--RgNSTui5QO92ATQhQ&bvm=bv.73612305,d.bGE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, conheço o "batida de pedra" do Blog Meu Cachixo. Uso as lixas porque tenho muitas ainda, que sobraram da reforma da casa. Assim, aproveito elas antes de gastar mais dindins! Um beijão e obrigada pelo carinho!

      Luiza

      Excluir

Quero muito saber sua opinião... compartilhe comigo!