Páginas

Sustentabilidade

Querido(a) leitor(a), quando você ouvir falar em "sustentabilidade", saiba que não é apenas um novo modismo: é necessidade, é sobrevivência! O planeta é finito e assim suas reservas naturais. Se você quiser jogar algo fora, pense duas vezes antes de decidir: muito do que é lixo pode ser transformado ou ainda pode ser reaproveitado. Reflita, imagine possibilidades, crie! Tentaremos publicar ideias legais garimpadas na web, em passeios pelas cidades do mundo e projetos nossos, inspirados na sustentabilidade e na economia. Tudo para evitar o descarte de itens que ainda podem ser úteis e, de quebra, o consumo desnecessário. Se você tiver alguma ideia interessante, envie que publico e lhe dou os créditos!!

domingo, 1 de maio de 2016

Caixa de remédios...

Oi pessoas! Estava com um problema para organizar remédios e curativos (aqueles que usamos mais frequentemente para algum machucado, corte, queimadura e afins) e não queria misturar com comprimidos, xaropes, vitaminas... Resolvi pegar uma caixa de sapatos e encapar com tecido. Tudo bem que eu amo azul, mas não tinha tecido vermelho (vai ver que é porque amo azul) pra fazer de acordo com o usual. Então, minha caixa de remédios é de poá azul e marrom... hehehe. E também por aqui a sugestão é usar o que temos em casa, reusando materiais em nova função.



O que eu usei:

  • tecido poá;
  • feltro azul e marrom escuro;
  • cola branca;
  • 1 caixa de sapatos;
  • tesoura;
  • pincel para espalhar a cola;
  • verniz fosco spray.

O processo todo é bem tranquilo. Contudo, escolha dias secos para executar a ideia. Eu comecei em véspera de uma sequência de dias chuvosos e a cola demorou mais a secar. 

Inicie espalhando a cola, sempre por partes - passe a cola e já posicione o tecido sobre a face que será encapada. Se você passar a cola por toda caixa e depois começar a aplicação do tecido, fica difícil de trabalhar e acaba fazendo uma grande lambuzeira. Assegure-se que nenhuma parte que recebeu cola fique em contato com outra superfície (ou a mesa de trabalho). Eu comecei encapando as laterais da caixa e, depois que as laterais secaram, encerrei a colagem pela tampa. Recorte o excesso de tecido bem rente à caixa (usando a tesoura) e finalize - depois que a cola secar - com verniz spray fosco. 






Depois de seco o verniz, é só organizar a sua farmacinha. Aqui, uma dica legal: alguns medicamentos trazem dentro de suas embalagens um material para absorver umidade (sílica gel), de forma a preservar  sua integridade. Não jogue fora quando seu remédio/vitamina acabar e coloque dentro desta caixa de remédios e curativos. Vai ajudar a manter a sua caixinha e medicamentos sequinhos.


Agora posso acomodar antisséptico, água oxigenada, gaze, esparadrapos, pomadinhas pra queimadura, pra picada de insetos, iodo, curativos - todos de uso tópico/externo - e manter os de uso oral separadinhos.

Lembre: não é aconselhável guardar remédios no banheiro por conta da umidade, bactérias. Procure um local seco, longe da luz e de fontes de calor e, principalmente, num local que crianças e pets não alcancem.

Apesar de hoje ser domingo, é também feriado (Dia do Trabalho)! Parabéns a todos os trabalhadores!!

Um beijo e até o próximo post! 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

O charme do tempo

Oi pessoas! Você e eu já fomos bombardeados por imagens de objetos e móveis novos irresistíveis para nossa a casa. Revistas, TV, internet, casa das amigas, show room de lojas, etc nos sugerem direta e indiretamente que reformemos tudo, que troquemos tudo o que temos por objetos novos e modernos. É fato que as vidas de muitas famílias dependem da fabricação e venda destes móveis e objetos. Mas também é fato de que nem sempre precisamos de coisas novas para a casa ficar melhor. E o que temos (às vezes) pode ser recuperado ou usado com charme em conjunto com mobiliários mais modernos. Observe estas imagens...



Agora abra a fonte de onde elas foram pinçadas (fonte aqui: Decor8) e note o ambiente onde este aparador/balcão foi inserido. A rusticidade do simples complementa e humaniza o espaço tornando-o muito aconchegante (palavra que, aliás, tenho usado muito, hahaha). Esta casa fica em Paris, mas poderia ser aqui...

Inspire-se... beijos e até o próximo!


quarta-feira, 30 de março de 2016

Taças, xícaras, cactus e suculentas

Olá pessoas! Uns tempos atrás uma taça minha trincou e customizei-a com renda - fiz um post sobre isso. Hoje, salvei mais uma e plantei suculenta nela, que também plantei em duas xícaras de chá (quebradas) que tinha aqui. Noutra, plantei um cactus. Vou mostrar algumas fotos da customização da taça pra vocês relembrarem. Ei-las...




E aqui, transformadas em vasinhos...








A renda foi usada na borda para dar mais resistência nesta parte, pois foi ali que as taças trincaram. A do cactus, um pouco menor, não coloquei reforço de renda porque o local trincado era pequenino. Para isto, usei: renda de algodão, cola branca, um pincel pequeno para espalhar a cola e a taça trincada.

Nas xícaras, nenhuma customização. Uma delas, a asa quebrou em caquinhos que eram impossíveis de colar. Ficou sem asa. E na outra, a asinha já tinha sido colada.

Depois, para plantar as suculentas, usei pedrinhas brancas (você encontra em floriculturas e home center, assim como as mudas e o substrato), mudinhas de suculenta e de cactus , substrato (terra) e as taças customizadas/recuperadas.

A vantagem das suculentas - e dos cactus - é que se adaptam bem em ambientes internos e precisam de pouca água. Estes vasinhos ficam ótimos decorando estantes, nichos, aparadores, mesinhas laterais, bar e onde mais você desejar. Inspire-se...

Abraços e até o próximo post!


terça-feira, 8 de março de 2016

Renovando móveis... 14 sugestões!

Olá pessoas! O assunto já é bem batido por aqui, porque o que mais fazemos é renovar móveis ou construir com peças diversas que encontramos por aí. Mas hoje, procurando por inspiração, encontrei estas ideias com estilos, técnicas e móveis diferentes e quis compartilhar com vocês. Inspirem-se e renovem peças em suas casa gastando pouco.


Cômoda velha vai pro lixo? Vai não...



Banqueta - velha ou nova - pode ser customizada assim. Lembrando que estas peças são super coringas pela casa e servem em várias funções além de assentos.



Realçando a cor natural da madeira com uma "moldura" de tinta.


Um rack? Um bufê? Os padrões geométricos ainda estão em alta e são uma bela ideia de customização/renovação para um móvel.



Cadeiras mudam completamente o visual do ambiente quando renovadas. E, de vez em quando, faz bem mudar tudo de cor, de lugar! 



Esta mesinha de centro recebeu uma senhora transformação. Agora, em versão moderna de luxo!



Este guarda-roupas antigo, além da pintura, foi parar na sala. E digam se não é o centro das atenções?



Apaixonei nesta ideia: o banquinho rústico recebeu encosto de cadeira. Lindo demais...



Este sofá foi repaginado pelo famoso Estúdio Glória. Um luxo...



E a geladeira? Tá feia mas funciona legal? Pinte, use adesivos vinílicos, tecido adesivo... a minha geladeira tem uns 6 anos, acho, e já tem muitos pontos de ferrugem. Meu freezer, que tem 15 anos já ganhou pintura nova. Sai muito mais barato que comprar um novo, funciona super bem e a pintura deixa como novo. Olha esta da imagem: provavelmente um adesivo vinílico com padrão geométrico antiguinho... 


Aqui ela foi pintada de preto fosco: continua geladeira, virou quadro de recados e está super moderna.



E pra quem gosta de mais cor, em amarelo!!!



A escrivaninha ficou tão fofa! Estimula a organização e os estudos!



E a cama, lugar que nos recebe todas as noites para um merecido descanso, também ganha roupagem nova. Além da pintura, esta cabeceira ganhou destaque pelo material estampado que a reveste! Reparem no fofo apoio, ao lado cama: três malas antigas enfeitam e organizam o espaço.



Tem inspiração aí para vários móveis da casa, né? Aproveitem, arrumem aquela coragem que faltava e façam as suas customizações!

Beijos e até o próximo post...


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Embalagem de presente...

Olá pessoas! Hoje mesmo estava conversando com uma amiga a respeito de embalagens de presente. Ela me contava que, ao comprar um presentinho, solicitou a embalagem. Ao que a atendente respondeu: "nós agora cobramos pela embalagem". Já faz tempo que algumas marcas tem este hábito, mas ainda davam opção: ou uma embalagem simplesinha gratuita ou uma mais elaborada, paga. Os papéis de presente também são um pouco mais caros que um papel como o craft/pardo. Diante deste dilema, nada mais natural que nós mesmos criarmos nossas embalagens. Fiz então uma seleção de sugestões.


Esta eu fiz para presentear amigos. Papel pardo/craft, fitilho, uma sobra de renda e florzinhas de feltro azuis (porque os presenteados são gremistas... hahaha).


Mas você pode incrementar o papel fazendo poás. A imagem se explica.
(Fonte: Pinterest)


Para lembranças pequenas, como bijuterias, você pode reusar rolinhos de papel higiênico.
(Fonte: Pinterest)


Embalagem acartonada longa vida pode ser encapada e resultar nestas lindas embalagens para objetos delicados. (Fonte: Pinterest)


Para presentear biscoitos ou geleias, que você mesma pode fazer, vidros de conserva.
(Fonte: Pinterest)


Jornal? Sim, a sua visão está boa, é jornal! Para não passar uma mensagem desagradável, escolha o caderno de cultura, ou moda, ou esportes...
(Fonte: Pinterest)


Tecidos também rendem belas embalagens. Uma perna de calça jeans é uma linda surpresa...
(Fonte: Pinterest)


Latinhas e tecido. (Fonte: Pinterest)


Embalagem de papel. (Fonte: Pinterest)

São tantas as opções e muitas delas simples. A grande sacada é no capricho que você acrescentar às embalagens. Inspire-se. Faltam poucos dias mas ainda dá tempo! Um beijo e até o próximo!

Obs.: este post não é patrocinado.







sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Árvore de natal com galho

Olá pessoas! Hoje eu vim mostrar nossa árvore de natal. Resolvemos sair do tradicional este ano e fazer algo diferente. A ideia veio de encontro ao problema que algumas pessoas podem ter: dinheiro pra comprar uma árvore (verdadeira ou imitação). Nosso país anda passando por uma crise grave, política e econômica e, se você estiver empregado ou não, o melhor é economizar mesmo. 

A nossa árvore é um galho da pitangueira que foi cortado antes do inverno passado, na época da poda anual. Deixamos ele secar até agora. Duas semanas atrás usei verniz spray para impermeabilizar e repelir um pouco o pó. Então fui atrás de enfeites. Temos vários aqui, de outros natais. Mas fiquei em dúvida entre usar uma decoração tradicional (com bolinhas e etcs) ou se tentaria uma nova abordagem. Optei por usar as flores brancas que usamos no ano passado. Pra relembrar, essa é a decoração do ano passado (2014).




Peguei só as florzinhas (algumas delas), um cordão de luz de led e um arremate com fita prateada e nossa árvore estava pronta. O vaso branco foi da sogra e está sempre por aqui decorando a casinha. Ficou assim!





O abajur é aquele que fizemos com luzinhas de led e garrafa de vidro.


Daí foi só espalhar mais algumas referências pela casa e já estamos prontos pras festas de fim de ano. Uma forma simples e baratinha para que você deixe a casa no espírito das comemorações de fim de ano, sejam elas da forma que for, na sua crença, nos seus costumes, mas com muito capricho e amor!

video


Um beijo e até o próximo post.


Obs.: este post não é patrocinado.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Guirlanda de natal.


Oi pessoas! Vamos tirar o pó desse blog? Faz tempo, sim, culpa minha. Então, pra encurtar a história, vou logo mostrando a guirlanda que fiz para este Natal. Não comprei nada novo. Tudo tinha em casa. O que usei:
  • papelão;
  • tesoura;
  • estilete;
  • lã e linha azul em dois tons;
  • tesoura;
  • cola branca;
  • cola de silicone líquida;
  • fitinhas;
  • bolinhas de natal (de material plástico);
  • pinhas;
  • festão.


Primeiro envolvi 2 bolinhas de natal (prateadas, de outros anos, de material plástico) em linha de algodão num azul médio e outras 3 em lã azul clarinha - passei cola na bolinha e fui enrolando. A lã demora mais pra colar que o fio de algodão. Mas beleza, fui devagarinho. Então peguei uns pedacinhos de fita azul e fiz lacinhos que colei com cola de silicone líquida (é ótima, imita a cola quente e não queima os dedinhos das azaradas como eu). Peguei o círculo de papelão e envolvi com o festão. Depois prendi as bolinhas (acabei usando só três) e duas pinhas no círculo de papelão com um alfinetinho. Pra arrematar, como eu não tinha uma fita larga, usei várias fitinhas estreitas e dei um laço.





Viu, facinho você faz uma também e decora sua porta com ela! Veja o que você tem e use a criatividade! Abraços e até o próximo!

Obs.: este post não é patrocinado.