Páginas

Sustentabilidade

Querido(a) leitor(a), quando você ouvir falar em "sustentabilidade", saiba que não é apenas um novo modismo: é necessidade, é sobrevivência! O planeta é finito e assim suas reservas naturais. Se você quiser jogar algo fora, pense duas vezes antes de decidir: muito do que é lixo pode ser transformado ou ainda pode ser reaproveitado. Reflita, imagine possibilidades, crie! Tentaremos publicar ideias legais garimpadas na web, em passeios pelas cidades do mundo e projetos nossos, inspirados na sustentabilidade e na economia. Tudo para evitar o descarte de itens que ainda podem ser úteis e, de quebra, o consumo desnecessário. Se você tiver alguma ideia interessante, envie que publico e lhe dou os créditos!!

sábado, 11 de junho de 2016

Seis dicas para espantar o frio...

Olá pessoas! O inverno nem começou mas as temperaturas baixaram legal. Tenho acompanhado o noticiário e vi que até uma parte da Região Norte do país terá frio nos próximos dias. O negócio é deixar o nosso lar quentinho, de preferência gastando pouco ou nada. Então, decidi passar pra vocês algumas dicas de como tornar o lar mais aconchegante e quentinho neste frio. Vamos lá?

1. Sol. A primeira sugestão é que vocês deixem o sol entrar em casa quando ele der o ar da graça. Além de aquecer, ilumina e ajuda a arejar, uma vez que a casa fica menos tempo aberta. E os dias no inverno tem menos horas de luz/sol. Sendo assim, aproveitar estes momentos raros da estação fria é essencial.



2. Madeira e tecidos. A nossa casinha aqui tem muita madeira. Parte dela (a que estava boa) mantivemos na casa durante a reforma. Das partes que removemos, salvamos pedaços bons e usamos em artesanato e mobiliário. Quando se pensa em mobiliário aconchegante, também pensamos em madeira - e pensamos em tecido, madeira com tecido - tanto nos móveis...

(banqueta de madeira pintada, com assento revestido por tecido)

(banqueta de madeira pintada, com assento revestido por tecido)

(banqueta de madeira pintada, com assento revestido por tecido)

(banqueta de madeira pintada, com assento revestido por tecido)

... como em artigos decorativos...

(retalho de madeira pintado com corujinha e florzinhas em feltro)

(acrílico sobre retalho de madeira)

(acrílico sobre retalho de madeira)

(acrílico sobre retalho de madeira + arte linear)

(madeira pintada e envelhecida + puxadores em formato de flor)

(quadrinhos de madeira revestidos por tecido, pintura em acrílico e colagem de "bolachas" de chopp)

...´móveis de madeira estofados, almofadas...

(janela de demolição transformada em espelho refletindo estofado reformado + almofadas)

(banquinho sapateira feito com madeira de demolição com pintura desgastada + almofadas)

... um lugar quentinho com uma manta e bons livros para ler, ou apenas relaxar!

(mantinha + almofada + livros no sofá)

Um tapete quentinho sempre ajuda, desde os mais simples. O da foto abaixo era do sogro.

(poltrona e pufe re-estofados + almofadas + tapetinho + livros + chimarrão)

3. Iluminação suave. Esta você obtém de diversas formas. Os famosos cordões de luz (pisca-pisca de natal) podem ir para qualquer cantinho da casa. Abaixo, simplesmente enfeitados com lacinhos, foram apoiados no varão da cortina e criaram um ambiente intimista, romântico no quarto da caçula...


Nesta outra imagem, uma garrafa de vidro foi reutilizada como suporte para uma cúpula de abajur. E, dentro da garrafa, o cordão de luz substitui a lâmpada, criando uma peça exclusiva, diferenciada.


No quarto da caçula, redecoramos a cúpula com florzinhas de feltro, para trazer um carinho a mais junto com a luz!


Nas imagens abaixo, as garrafas foram reusadas como cúpulas de pendentes. Na primeira imagem, pintadas de amarelo e na segunda, incolores. Com lâmpadas de luz amarela/quente, ajudam a criar o ambiente calmo e aconchegante que tanto queremos no inverno.



4. Cores quentes. Mesmo o quarto pode receber cores quentes. Basta que não seja em excesso. Algumas peças em evidência, aliadas à luz suave, trazem calor e alegria para o espaço mais íntimo da casa.


Detalhes decorativos em tons quentes. Ficam bem em qualquer estação do ano.

(bandeja de madeira pintada de acrílico amarelo e revestido de chita com acabamento em renda de poliéster)

(banqueta de plástico revestida por chita e acabamento em renda de algodão)

5. Velas. O calor costuma ser representado pelo fogo. As velas são uma forma linda de decorar e trazer pra casa da gente aquele ar de "cafofo quentinho", de espaço gostoso que abraça o corpo da pessoa. Invista nelas. Crie luminárias com potinhos de vidro...


(nas duas imagens acima, verniz vitral colorido - pintei o lado de fora do vidrinho - mais vela de rechaud)

(nesta, juta, fita de cetim, flores de feltro e botões mais vela de rechaud)

No mercado também existem uns modelos baratinhos, caso você não tenha vidrinhos em casa. 


A vela desta luminária abaixo, quando acesa, faz com que um delicioso aroma de canela se espalhe pela casa. É só achar um vidrinho, colar canela em pau ao redor e sua luminária aromatizadora estará pronta.


A taça trincou? Transforme em luminária!

(renda de algodão na borda da taça para impedir o avanço da trinca)

6. Cozinhar e degustar. Dizem os especialistas de que não há nada mais atraente numa casa do que o cheiro de boa comida. Seja um bolo assando, aquela comidinha que a gente adora ou cheiro de café sendo coado, acabamos, invariavelmente, fisgados pelo estômago. Então, aproveite os fins de semana, feriados e noites frias - que simplesmente gritam por comidinhas quentinhas - para preparar com a família e amigos pratos simples e deliciosos. De quebra, saboreá-los acompanhados de um chá, café ou um bom vinho! No meu caso, chimarrão, quase sempre... :D!

(camarão na moranga - dá pra substituir por outras carnes e/ou legumes)

(bolo de maçã, com farinha integral, passas, nozes, açúcar mascavo e canela)

(bolo de chocolate com cobertura de brigadeiro suavizada com creme de leite - suavizada no sabor, mas continua mega calórica, viu.. rs)

(bolo de farinha integral, nozes e açúcar mascavo + chá)

(pão caseiro com geleia caseira de uvas + café coado)

(cuca alemã de uvas + café coado)

(bolo de farinha integral, banana e canela + chimarrão ou café)

(pescada com legumes, arroz integral com cebolinha + vinho tinto)

(caldinho de batata, linguicinha, cheiro verde + vinho tinto)

(pizza de frango com massa de farinha integral + vinho)

Já é Dia dos Namorados! Que tal presentear seu amor com uma refeição leve e saborosa, acompanhada de um vinho gostoso à luz de velas?

(saladinha de folhas, tomatinhos, pimentão, brotos e frango grelhado +`vinho tinto - decoração com velas e garrafinha como vaso para flor)

E agora que passei algumas sugestões pra vocês aquecerem seus lares, vale lembrar daquelas pessoas que estão precisando de roupas quentinhas ou de móveis que vocês não precisam mais. Doem. As campanhas de agasalho estão acontecendo por todos os lados e o frio não está pra brincadeira. 

Um abraço quentinho pra vocês e muita inspiração! Até o próximo post!

terça-feira, 31 de maio de 2016

Mesinha feita com isopor

Oi pessoas! Marido é daqueles que aproveita tudo - ou fica tentando encontrar jeito pra aproveitar qualquer objeto antes de jogar fora. Nestas, aproveitou umas embalagens de isopor que vieram protegendo uma fritadeira a ar quente. 



As duas partes de isopor ficaram guardadas por um tempo. Toda vez que as via, ele me provocava: o que vamos fazer com isto? Até que um dia ele decidiu que era possível fazer uma mesinha. Colou uma parte sobre a outra...


... pintou de esmalte base água amarelo...


... e me passou para os acabamentos! Forrei com chita nas laterais escondendo este vazado entre as peças de isopor e envernizei para proteger da umidade e da sujeira. Pra arrematar, mandamos fazer um tampo de vidro. Ficou assim...






Sob o tampo de vidro ainda é possível guardar algumas coleções pequenas como as bolinhas de gude do marido, conchinhas, flores secas, botões... é uma peça leve, fácil de levar pra qualquer lugar. Para o vidro não escorregar, marido fatiou um silicone que endureceu dentro do bico de aplicação. Fez quatro fatias, uma para cada canto. Existem uns disquinhos de silicone autoadesivos que podem ser comprados para esta função. 

Neste projetinho usamos:
- cola branca;
- tinta esmalte base água;
- pincel e rolo;
- tecido (chita);
- tesoura:
- tampo de vidro;
- verniz;
- silicone sólido para "travar" o vidro no tampo da peça.

Isopor é 100% reciclável, não contamina o solo, o ar e a água. Contudo, quando ele vai pro mar, pode ser confundido com alimento por peixes e cetáceos, afetando o sistema digestivo destes seres. Na natureza, leva até 150 anos para se decompor. Então, quanto mais o reciclarmos/reusarmos, melhor!

Esperamos ter lhes inspirado! Beijos e até a próxima arte...



sábado, 21 de maio de 2016

Reusando madeira para criar uma mesinha

(EDITADO - Encontrei mais duas imagens do "antes" que estavam perdidas! São as duas primeiras.)
Olá pessoas! Já tem um tempão marido e eu encontramos uma caixa de madeira de ar-condicionado de parede. Não sei o nome dessa moldura/caixa, mas era necessário colocá-la nas paredes, depois de fazer um buraco, para fixar o aparelho de ar. Bem, com essa dos splits fazerem sucesso (e economizarem mais energia), muita gente está trocando de aparelho - e também jogando fora os acessórios que estes equipamentos precisavam. E desta caixa, marido fez a parte superior da mesinha sobre a largamos um tampo de vidro 6 milímetros. As perninhas da mesa foram feitas de madeira que sobrou da reforma da casa. Não pintamos. Gostamos dela rústica. Então, dei apenas duas demãos de stain (stain plus base água Sparlack que ganhei do fabricante). Ficou assim.




Reparem que nos pés ainda resta tinta original da casa. Não removemos tudo. Lixamos pra tirar a sujeira e algumas irregularidades que pudessem machucar, arranhar. Os pregos também são aparentes.



Os aparelhos telefônicos analógicos são nossos xodozinhos! Amamos... :D












Como não fotografei antes de começar, fui buscar na internet uma imagem que se assemelhe à original da caixa/moldura que deu origem pra nossa mesinha.


Ela é usada conforme se mostra na imagem abaixo. Estão vendo ali a madeira "emoldurando" o condicionador de ar? Não é a moldura propriamente dita, porque esta é feita como acabamento, posteriormente, para esconder imperfeições e ajustes de espaços que sobram entre o aparelho, a caixa e a parede. A caixa da imagem acima ajuda na sustentação do aparelho na parede. Hoje, com os modernos splits, só se faz um pequeno buraco por onde passam as mangueiras.

(Fonte: Youtube)

Espero ter lhes inspirado. Sempre que possível, tentem reaproveitar, enxergar o potencial da madeira. Ela é um material nobre, que traz aconchego pra casa da gente, calor... E em ideias assim, peças exclusivas, feitas por vocês! Um beijo e até o próximo post.

Obs.: este post não é patrocinado. Produtos citados aqui foram ganhos, testados e aprovados. As observações são por experiência pessoal.